× Fale Conosco

Solicite um orçamento sem compromisso!

Enviar via
Ou ligue para (41) 3677-1383
Se preferir, ligue para nós! Ligar agora!
Clique aqui para falar conosco!
×
× Envie-nos um E-mail




Quais fatores garantem o bem-estar do idoso?

As ações para promoção do bem-estar do idoso ainda são tímidas no país, embora a expectativa de vida da população aumente a cada ano. Mas como garantir a tranquilidade dos mais velhos?

Com o avanço da expectativa de vida da população, o debate sobre como preservar e estimular a qualidade de vida do indivíduo idoso é cada vez mais necessário. Investir em melhorias na saúde física e emocional dessa população torna-se fundamental para que o envelhecimento aconteça de forma ativa.

A expectativa de vida no Brasil segue aumentando através de avanços na medicina, renda, escolaridade, entre outros fatores. Segundo dados da Organização das Nações Unidas, a expectativa de vida do brasileiro passará de 74,9 para 81,2 anos em 2050.

Alguns fatores determinantes para o bem-estar do idoso:

  • Comportamental: priorizar a qualidade de vida, estabelecendo métodos saudáveis, como exercícios físicos e alimentação balanceada, além de escolher a medicação correta, ajudam no processo de priorização da saúde.
  • Pessoal: se preocupar com questões específicas da própria saúde, como fatores genéticos que podem vir a influenciar no aparecimento de doenças, ou a falta de comprometimento em perceber e diminuir problemas cognitivos podem dificultar o bem estar na terceira idade. Por isso é necessário focar em envelhecer de maneira ativa e sem vícios, de forma a conseguir driblar da melhor forma os efeitos da idade.
  • Físico: adaptar ambientes, com a intenção de evitar acidentes, investir em uma moradia que ofereça uma estrutura segura, além de questões básicas de saneamento e alimentação colaboram para um envelhecimento ativo e com condições excelentes para fortalecer a saúde.
  • Social: o idoso precisa de um meio social no qual consiga, além de investimento em educação e aprendizagem, a possibilidade de conseguir apoio contra questões essenciais para a manutenção da própria segurança, como proteção contra violência, por exemplo.

Em conclusão, pensar em serviços sociais, políticas e ações que estimulem esses fatores voltados para a população idosa exige um esforço de diferentes setores da sociedade: governo, instituições e sociedade. Como mencionamos no post especial sobre o Dia do Idoso, zelar pelos direitos das pessoas idosas significa promover políticas públicas que levam em conta as necessidades dos mais velhos; garantir a não discriminação no ambiente de trabalho; lutar contra os abusos físicos, verbais e psicológicos; contra a negligência e o abandono por parte da família; a exclusão social e o isolamento.

Nós, da Gero360, trabalhamos diariamente para conectar pessoas para uma vida mais longa e significativa. Conheça mais sobre o nosso trabalho aqui.